Para ler em 2 minutos

Por Redação | 17.02.2019

É evidente que quando viajamos temos interesse em visitar pelo menos 1 ou 2 museus que estejam entre os mais conhecidos da cidade. Em geral, ou são os museus-default, no melhor esquema ‘sala-quadro’ ou espaços que vão além e abrigam arte contemporânea, com muitas instalações interessantes.

Mas existem museus na Europa que vão além e abrigam coleções bem peculiares e mesmo bizarras. E nós selecionamos 7 destes que estão espalhados pelo continente:

1. Hungarian Pinball Museum

Reaberto em 2015, o Hungarian Pinball Museum, ou simplesmente o Museu do Pinball fica em Budapeste. Os visitantes podem se aventurar em mais de 130 aparelhos, entre eles fliperamas de “Star Wars”, “Simpsons” e “Indiana Jones”.

2. The Deutsches Hygiene-Museum: The Museum Of Man

Não espere ver itens para assepsia, como lenços. O The Deutsches Hygiene-Museum: The Museum Of Man, que fica em Dresden, na Alemanha, aborda temas atuais ou históricos em matéria de ciência e sociedade, arte e cultura através de exposições bem interativas.

3. Friet Musem

Se estiver em Bruges, na Bélgica, não deixe de dar um pulo no Friet Museum. Há uma explicação para um espaço inteiro dedicado ao tubérculo. Este é um dos pratos mais tradicionais do país. O acervo? Totens explicativos sobre a história da batata-frita, fotos e, claro, demonstração de como se prepara.

4. Le Musée de la Poupéé

Inaugurado em 1994, o Le Musée de la Poupée fica em Paris, próximo ao Pompidou. No acervo, mais de 600 bonecas ocidentais que datam de 1800 a 1959. Os visitantes podem ver os diversos tipos de materiais que bonecas foram feitas ao longo do tempo.

5. Pollock’s Toy Museum

Pequena loja e museu de brinquedos vitorianos que fica em Londres, o Pollock’s Toy Museum fica próximo ao British Museum. Em seis salas estão expostos bonecas, ursos de pelúcia, brinquedos feitos de lata e soldados. 

6. Museum of Sin

Localizado na Rússia, na cidade de Tambov, a 480 km de Moscou, este é provavelmente o mais assustador da lista. Há trinta anos o patologista Yuri Schukin recolheu peças macabras: 700 recipientes com membros humanos, órgãos e embriões preservados em álcool. O Museum of Sin – o Museu do Pecado – parece um filme de terror: um menino com cinco olhos, um jovem com as orelhas em vez de olhos. Tudo para que você se sinta culpado e não queira mais beber, fumar ou cometer adultério.

 
 

Deixe uma resposta